Dicas de Suspensões

Para o balanceamento, o principal sinal de um problema é trepidação no volante. É o que explica o diretor da SAE Brasil, Francisco Satkunas. “Em velocidades acima de 50 km/h, o volante começa a vibrar e isso vai aumentando se o motorista acelerar mais. Este pode ser um sinal que é preciso fazer um balanceamento”. O especialista acrescenta que esse problema também pode acontecer nas rodas traseiras.

Neste caso, o motorista irá escutar um barulho vindo da carroceria.

Já para saber se o veículo precisa de um alinhamento, Francisco sugere um teste. “Se em uma rua vazia, com uma velocidade de aproximadamente 20 km/h ou 30 km/h, o condutor soltar rapidamente o volante do carro e sentir que ele está puxando para algum lado, é sinal de um problema”.  Neste caso, é preciso levar o carro para uma verificação de alinhamento.

Segundo o engenheiro, é recomendado fazer uma verificação de alinhamento e balanceamento a cada 10 ou 15 mil km. Mas se o carro estiver se comportando bem, sem vibração ou sem sair da linha reta, não é necessário fazer a avaliação.